15.5 C
Figueira da Foz
Quarta-feira, Julho 17, 2024

Associação Poeta Afonso Duarte nasce para valorizar legado do poeta da Ereira

EU REPÓRTER?

Metereologia

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -

O primeiro dia do ano foi pleno de simbolismo para a Ereira e para o concelho de Montemor-o-Velho. O dia do nascimento de Afonso Duarte foi a data escolhida para, 139 anos depois e na casa onde nasceu, na Ereira, a apresentação pública da Associação Poeta Afonso Duarte.

Para Afonso Duarte Costa, sobrinho neto do poeta e presidente da recém criada Associação, este era um projeto “necessário e urgente”, que pretende homenagear o poeta da Ereira e dignificar, divulgar e promover a obra de Afonso Duarte.

Na apresentação da Associação Poeta Afonso Duarte, na sua “ilha da Ereira”, foi dado o primeiro passo dessa “caminhada” de valorização, projeção e visibilidade do poeta e da sua obra, um percurso que, nas palavras de Afonso Duarte Costa, se quer “diferenciador, próximo e apelativo”. Para tal, a Associação pretende “criar conteúdos que possam chegar às pessoas e estabelecer uma rede de sinergias com o tecido associativo e entidades do concelho, que faça a ligação à comunidade para uma efetiva transmissão e divulgação da obra de Afonso Duarte”.

Salientando a pertinência da criação da Associação Poeta Afonso Duarte, enquanto “estrutura de mediação cultural”, Nuno Gonçalves, chefe do gabinete do Presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, sublinhou que, “ao reconhecer, perpetuar e redescobrir Afonso Duarte, uma das figuras maiores da Ereira e do concelho de Montemor-o-Velho, não só estamos a devolver a voz ao poeta, mostrando que, de facto, nesta “terra florida” ele continua a viver, como, através da sua obra, podemos compreender melhor a nossa história e a sociedade”. “É importante dar a conhecer Afonso Duarte, não apenas no que concerne à sua obra poética, que acompanhou diversas correntes da história poético-literária, ou o papel inovador que teve na área da pedagogia e do desenho e o seu interesse pela etnografia, pelos costumes e tradições populares, mas também o homem que nunca perdeu o seu código genético, de retidão e respeito para com as pessoas.”, frisou.

Também Vasco Martins, presidente da Junta de Freguesia de Ereira e presidente da Assembleia Geral da Associação Poeta Afonso Duarte, revelou que “perpetuar o legado do poeta era um objetivo e um desafio que a Junta de Freguesia tinha já há alguns anos” e que agora toma forma.

Para além da tomada de posse dos membros da Associação Poeta Afonso Duarte, a apresentação pública contou ainda com um programa cultural de homenagem ao Poeta em que não faltaram as suas palavras recitadas por José Claro e por diversos jovens da Ereira, musicadas por Tiago Cordeiro e cantadas Sara Travassos. Foi ainda exibido um vídeo biográfico realizado pela Associação Poeta Afonso Duarte.

Para 2023, a Associação tem já um conjunto de projetos em andamento. O primeiro, que teve o seu arranque com a sessão de apresentação do passado domingo, pretende assinalar os 65 anos sobre a morte de Afonso Duarte com uma programação especial no dia 5 de março, com uma missa em memória do poeta, o descerrar de uma placa na sua terra Natal, e uma sessão cultural na Biblioteca Municipal Afonso Duarte.

Também em preparação está o estágio de orquestra com bandas concelhias dedicado a Afonso Duarte que culminará com um concerto tributo de homenagem ao poeta com apresentação de obras inéditas escritas para esse momento.

A Associação Poeta Afonso Duarte está ainda a trabalhar para a criação e lançamento de um libreto biográfico para divulgação no meio escolar

 

- Advertisement -

✚ Farmácias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -

Últimos Artigos