17.3 C
Figueira da Foz
Quarta-feira, Junho 19, 2024
rfm somnii 2024
×
spot_imgspot_imgspot_img
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Cultura e Entretenimento

- PUB -spot_img

Será que chove?

- PUB -spot_img

Vídeo

Passos Perdidos T02 EP02 - António Tavares

Região
Coimbra

As obras para a reabilitação e ampliação do antigo lavadouro municipal da Póvoa da Mealhada estão adjudicadas e vão avançar em breve. O investimento, que vai devolver a sede...
- PUB -
- PUB -
- PUB -

Revista FOZ

Notícias
Últimas

Aviso: Proibidas queimas e queimadas até 30 de setembro

O Município relembra que, entre 1 de junho e 30 de setembro de 2024, estão proibidas queimas e queimadas de amontoados no município da...

Obras de meio milhão de euros avançam no antigo lavadouro da Póvoa da Mealhada

As obras para a reabilitação e ampliação do antigo lavadouro municipal da Póvoa da Mealhada estão adjudicadas e vão avançar em breve. O investimento,...

Acessos à área industrial e empresarial do Pinhal da Gandra em execução

Esta nova área industrial, localizada na freguesia de Alhadas, terá uma área total 18 hectares, com uma área de lotes de cerca de 11 hectares, dividida em 8 lotes e com a possibilidade de expansão para nordeste com mais 18 hectares.

Palestra “Poluição Luminosa – iluminação eficiente e a luz das estrelas”

12 jul - 6ª - 21h30 - Quartel da Imagem - Arquivo Fotográfico Municipal   A equipa MARQUES Photography, promove a palestra «Poluição Luminosa – iluminação eficiente...

Desporto

- Advertisement -

✚ Farmácias

- Advertisement -

Cronistas
Os

Opinião
Liberdade

Peça com Lídia Franco e Rita Ribeiro abre as Jornadas de Teatro no CAE em março

A 46.ª edição das Jornadas de Teatro Amador, numa organização do Lions Clube da Figueira da Foz, arranca no Dia Mundial do Teatro, a 27 de março (21h30), no Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz. Em palco, com a peça "Requiem por Isabel", estarão as atrizes Lídia Franco e Rita Ribeiro, e ainda o ator Baltasar Marçal. As entradas no Grande Auditório, a 5€, só são permitidas até à subida do pano, em respeito por público e atores. Sobre a peça Lucrécia foi a atriz mais famosa e requisitada do seu tempo. Este já não é o seu tempo. A debater-se com a decrepitude física e financeira, foi obrigada a mudar-se para um apartamento nos subúrbios da cidade. Isabel foi...

A bufaria – Opinião – Silvina Queiroz

Texto de Opinião Silvina Queiroz A bufaria     Isso, a bufaria! Os bufos ignóbeis estão ganhando alento para cometer ataques contra quem lhes pareça “perigoso”!! Há dias foi a questão do professor de literatura russa na Universidade de Coimbra. Pobre universidade! Quem te viu e quem te vê! Arauto da liberdade em tempo de trevas, agora mandando às urtigas os mais básicos princípios. Como o da presunção de inocência, por exemplo. Não conheço o professor em causa, apenas sei o seu nome de o haver lido. Dois bufos, um ele e uma ela, trataram de acusar o senhor de disseminador de ideologia pró-Putin e de levar a análise...

Diz-me como era uma aldeia portuguesa antes do 25 de abril de 1974! – Texto de Opinião – Maria Isabel de Sousa

Texto de Opinião Maria Isabel Sousa   Passaram-se 49 anos da revolução contemporânea mais marcante da História de Portugal.  Quando se comemora esta efeméride e os alunos ficam em casa nesse dia, não fazem ideia das transformações que se operaram na vida de todos os portugueses, desde aquele dia. Por muito que as escolas tentem explicar o que aconteceu nesse dia e da revolução (transformação) política, económica, social cultural, etc. que se operou pós esse marco histórico, existe uma dificuldade em compreender essa época, que afinal não está assim tão longe no tempo.  Meio século foi o suficiente para mudar tudo neste pequeno país...

Memória cultural nos 170 anos de António dos Santos Rocha – Opinião – Pe. Nuno Filipe Fileno

Texto de Opinião Pe. Nuno Filipe Fileno Memória cultural nos 170 anos de António dos Santos Rocha Cumpriram-se, neste 30 de abril, 170 anos do nascimento de António dos Santos Rocha, figueirense notável, que, na viragem do século XIX para o século XX contribuiu para a valorização e desenvolvimento da arqueologia, não só no concelho da Figueira da Foz, mas também a nível nacional, liderando várias escavações arqueológicas, que trariam à luz do presente a identidade mais remota de um povo. Foi o grande responsável pelo surgimento do museu municipal figueirense em 1894, que atualmente porta na denominação o reconhecimento agradecido da...

Onde estão? ONDE ESTIVERAM? – Opinião – Silvina Queiroz

Texto de Opinião Silvina Queiroz Onde estão? ONDE ESTIVERAM? DE 4 a 8 de Abril de 1973 realizava-se em Aveiro, no emblemático Cine Teatro Avenida, o 3ª Congresso da Oposição Democrática. Cumpriram-se recentemente 50 anos sobre esse acontecimento maior da história da resistência antifascista em Portugal. Dando o arranque para as celebrações do meio centenário do 25 de Abril de 74, a URAP levou a efeito, no Centro de Congressos de Aveiro, uma significativa evocação do 3º Congresso, precedido pela realização do 1º e 2º Congressos Republicanos. A URAP (União dos Resistentes Antifascistas de Portugal), é um organismo constituído por gente de...

Março, mês da mulher e da leitura – Texto de Opinião – Maria Isabel de Sousa

Texto de Opinião Maria Isabel Sousa Março, mês da mulher e da leitura Finalmente chegámos a março, depois de um inverno exigente, chuvoso e frio. Os raios de sol fizeram regressar os passarinhos, que no local onde vivo alegram as minhas manhãs. Como mulher, orgulhosa da minha condição, não poderia deixar passar em branco esta comemoração. O dia 8 de março é dedicado a nós, mulheres. Seguramente não gostaria de ter nascido mulher nos séculos passados. Não aceitaria não poder tomar na minha mão as rédeas do meu destino. Nessa sociedade patriarcal, estaria completamente subjugada aos homens da família, o pai (ou por...

PUB

- Advertisement -