União Foot-Ball de Buarcos adia festas para o Centenário (2021)

0
104
Pub

Os 99 anos do União Foot-Ball de Buarcos (UFBB) não vão comemorar-se com a alegria habitual, em virtude da pandemia de Covid-19 e das restrições que lhe estão associadas. A tradicional sessão solene, com distinção dos sócios que celebram meio século de ligação à colectividade com sede no belíssimo Teatro Trindade, será substituída por uma discreta evocação no dia 25 de Dezembro, pelas 12h00, com o hino do UFBB a soar no salão nobre, espaço escolhido também para acolher a conferência de imprensa onde esta e outras novidades foram tornadas públicas. 

«Como vêem, a nossa sede está cuidada, limpa, higienizada, arranjada e pronta para abrir as portas assim que nos seja possível”, orgulha-se o presidente da direcção, Isac Loureiro, cujo mandato devia terminar, até por opção do próprio, no início de 2021. «Completo 50 anos de sócio e queria fazê-lo de fora», justifica o homem que, ao longo da vida, passou por várias associações buarcosenses. A pandemia, porém, veio trocar as voltas à actual direcção que, com as limitações que o Estado de Emergência cria à realização de eleições, viu a Mesa da Assembleia Geral solicitar-lhes que acedessem a cumprir mais dois anos de mandato, atendendo à especificidade do ano que se aproxima: o da celebração do centenário, num cenário de dificuldades previsíveis para as colectividades e para a comunidade em geral. “Aceitámos cumprir mais um ano, sem prejuízo de, até ao limite de janeiro, se for possível e houver lista, se realizar normalmente o acto eleitoral”, explicou Isac Loureiro. “Só não queríamos, não podíamos, era deixar que houvesse um vazio directivo no ano do centenário”, acrescentou. 

Bar aberto (contra o vírus)

Até ao levantamento das restrições, o UFBB continua a acolher, cumprindo todas as medidas de higiene e segurança, aulas semanais de dança e zumba, para além de manter aberto, com lotação limitada a 6 pessoas, o bar da colectividade. Com despesas fixas mensais a rondar os 400€, estas receitas, juntamente com o pagamento das quotas por parte dos sócios, são essenciais para que a saúde financeira da colectividade não seja mais uma vítima do vírus. “Este ano não vai haver sessão solene mas talvez seja ainda mais importante, este ano, agradecer aos dirigentes que fizeram esta casa, ao longo dos anos; e em especial aos sócios, que nos têm ajudado, sobretudo neste período tão difícil”, sublinha Isac Loureiro.

Festa rija em 2021

É pelo menos nisso que todos querem – queremos – acreditar: em dezembro de 2021 já vai ser possível festejar à grande e, neste caso, à Buarcos: com música, dança, medalhas para os sócios que em 2020 e em 2021 completaram meio século de ligação à UFBB, um livro comemorativo, merchandising diverso alusivo à efeméride e, claro, a Medalha do Centenário, que idealmente passará de geração em geração. Também para 2021 está reservada a subida do pano para que a nova revista possa ser levada à cena e receber os aplausos de que o próprio edifício parece já ter saudades. 

 

Pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui