Figueira da Foz prepara intervenções de 3,2 milhões nas unidades de saúde

0
59
Pub

O Município da Figueira da Foz prepara um conjunto de intervenções nas unidades de saúde concelhias, cujo investimento de 3,2 milhões de euros será candidatado ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

No final da sessão de Câmara desta quarta-feira, a vereadora Olga Brás anunciou intervenções nos Centros de Saúde de São Julião, Buarcos, São Pedro, Vila Verde e Maiorca.

A autarca, eleita pelo movimento Figueira a Primeira (FAP), adiantou que as unidades mais prioritárias são as de São Julião, orçada em 1,2 milhões de euros, e a de Buarcos, que representa um investimento de 350 mil euros.

Em Maiorca está previsto a construção de um novo edifício, mas a situação ainda vai ser analisada, na medida em que apenas meio milhar das mais de 2.400 pessoas da freguesia está inscrito naquela unidade de saúde.

Logo no início do mandato, o presidente da Câmara, Pedro Santana Lopes, mostrou-se chocado com a situação dos Centros de Saúde do concelho, nomeadamente o de Buarcos, que apresentava cinco casas de banho sem funcionar devido a problemas de esgotos, autoclaves inoperacionais e esterilização de roupas efectuada com água fria.

Na sessão de Câmara, Santana Lopes anunciou o início das demolições de edifícios devolutos na cidade, pelos proprietários, após notificação municipal, que representavam perigo para a segurança, saúde e salubridade da população.

“Fico muito contente porque é assim que tem de funcionar a cidade. Quando há ruína tem de se resolver – ou tem uma razão para ser protegida ou tem de ir abaixo”.

 

Pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui