Caminho Marítimo de Santiago começa sem passar pelo Porto da Figueira da Foz

0
129
Pub

O Porto da Figueira da Foz está integrado no “Caminho Marítimo de Santiago”, mas as embarcações que farão a viagem inaugural, a partir de sábado, aportarão em Peniche e depois em Aveiro, na navegação para Norte.

No total são cerca de duas dezenas de embarcações, entre as quais a Caravela Vera Cruz, que ao longo de 17 dias vão percorrer 500 milhas até Santiago de Compostela, em Espanha. As embarcações que compõem esta viagem inaugural partem do porto de Vila Real de Santo António já no sábado, 28 de maio, às 9h00.

Em seguida, o cruzeiro inaugural parte rumo à Estação Náutica de Vilamoura, localidade na qual os participantes irão pernoitar. Refira-se que Joana Pratas, a primeira mulher velejadora em Portugal e uma das embaixadoras desta iniciativa, irá integrar a primeira etapa desta viagem.

O projeto – que tem como objetivo recriar a viagem da “Barca de Pedra”, que, segundo reza a lenda, transportou o corpo do Santo peregrino desde Jaffa (Palestina), até Campus Stella (Galiza) – recebeu o Alto Patrocínio da Presidência da República. O novo e primeiro “Caminho Marítimo de Santiago”, em Portugal, conta, ainda, com o apoio institucional da Marinha Portuguesa.

Sobre a Upstream Portugal

A Upstream Portugal é um operador turístico que tem como objetivo promover o destino Portugal e o seu património natural e cultural, sobretudo do interior do país. A empresa cria e promove novos produtos turísticos temáticos e eventos desportivos especializados no âmbito do turismo ativo, cultural e desportivo, potenciando, assim, oportunidades de desenvolvimento local e sustentável com alcance global. A Upstream desenvolve, ainda, serviços de consultoria e desenvolvimento de projetos que contribuem para a valorização e reforço da atratividade turística de Portugal nos principais mercados internacionais.

Sobre o Fórum Oceano

Criado em 2009, o Fórum Oceano é uma entidade privada sem fins lucrativos reconhecida pelo governo português como entidade gestora do cluster do mar português. A instituição conta, atualmente, com 132 associados em representação de todos os setores da economia azul, entre empresas, associações empresariais, centros de investigação e desenvolvimento tecnológico, instituições de ensino superior, autarquias e outras organizações.

 

Pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui