Município edita estudo “O Mosteiro Cisterciense de Santa Maria de Seiça”

0
15
Pub

A edição 11 da publicação “Anais Leirienses – estudos e documentos”, editado pela “Hora de Ler”, lançado em maio último, integra o estudo “O Mosteiro Cisterciense de Santa Maria de Seiça: Elementos da sua História”, da autoria do Doutor Saul António Gomes, professor de Departamento de História da Faculdade de Letras de Coimbra, coautor das publicações municipais “Buarcos – Forais”, “Foral Manuelino de Tavarede” e “Lavos, património e história: 500 anos do foral manuelino, 1519-2019”.

Atendendo ao interesse do estudo sobre o Mosteiro de Santa Maria de Seiça, o Município da Figueira da Foz editou-o em formato de opúsculo, disponível desde 1 de julho no Museu Municipal Santos Rocha e na Biblioteca Pública Municipal Pedro Fernandes Tomás, pelo valor de cinco euros.

No estudo “O Mosteiro Cisterciense de Santa Maria de Seiça: Elementos da sua História”, são publicados, pela primeira vez e integralmente, alguns documentos e processos relevantes que elucidam a história desta abadia cisterciense.

Merecem destaque o conjunto de diplomas do ano de 1513, informando o rei D. Manuel I acerca do estado desta abadia estremenha, sobressaindo o relatório acerca do estado disciplinar da comunidade e o inventário do seu património temporal, assim como o processo relativo à extinção deste mesmo claustro para integrar a Ordem de Cristo, em 1557, do qual faz parte, para além da narrativa histórica relativa aos problemas disciplinares que Seiça então atravessava, um minucioso inventário de todos os seus bens móveis e imóveis, com particular ênfase para o tesouro litúrgico e o conjunto de livros pertencentes à antiga biblioteca abacial.

 

Pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui