6.3 C
Figueira da Foz
Quarta-feira, Fevereiro 8, 2023

Lusiaves inaugurou parque fotovoltaico em Soure

EU REPÓRTER?

Metereologia

O Grupo Lusiaves inaugurou esta quarta-feira (30), em Soure, o parque fotovoltaico Quinta da Cruz resultante do Leilão Solar promovido pelo Ministério do Ambiente e da Transição Energética.

A inauguração, que teve lugar junto ao parque fotovoltaico onde decorreu o descerramento da placa inaugural, contou com as presenças do presidente do Grupo Lusiaves, Avelino Gaspar, e do secretário de Estado do Ambiente e da Energia, João Galamba. Entre estes estiveram também presentes Helena Painhas, CEO da Painhas S.A, uma das empresas de referência nacional e internacional na área das Energias e Telecomunicações, e o presidente da Câmara Municipal de Soure Mário Jorge Nunes.

O parque fotovoltaico, com a capacidade instalada de 17,37 megawatts, e um investimento de 10 milhões de euros, foi colocado a funcionar este mês pela empresa Made Better – uma empresa que desenvolve a sua actividade principal no âmbito da produção de electricidade de origem eólica, geotérmica, solar e de origem –, participada do grupo Lusiaves.

Os 30 mil módulos da Central Fotovoltaica – uma das 65 que o grupo Lusiaves tem a nível nacional –, “assegurará uma produção anual que será suficiente para fornecer electricidade a mais de 8.000 habitações familiares portuguesas”, indicou o presidente da Lusiaves Avelino Gaspar. Com esta instalação, a entidade soma agora uma capacidade instalada, a nível nacional, de 32 megawatts (MW) de produção de energia eléctrica a partir da energia solar, sendo uma parte para autoconsumo e a outra para venda à rede.

Segundo Avelino Gaspar, o grupo tem vindo a apostar fortemente na transição energética desde há vários anos. “Não apenas porque tornamos as nossas empresas mais competitivas e sustentáveis, ao passarmos a produzir localmente a nossa energia limpa, a ter processos produtivos mais eficientes e a aplicar modelos de economia circular, mas sobretudo porque, com esta redução das emissões de CO2, estamos a dar um importante contributo para limitar as mudanças climáticas e a evitar o consumo excessivo de recursos do planeta.”

Graças à adopção de soluções ambientalmente sustentáveis, o grupo empresarial Lusiaves fica agora com uma capacidade instalada, a nível nacional, de 32 megawatts de produção de energia eléctrica a partir da energia solar, sendo uma parte para autoconsumo e a outra para venda à rede.

O Grupo Lusiaves, através da empresa Made Better, possui unidades de produção de energia dispersas a nível nacional, com 83 instalações, 46 designadas de Unidades de Pequena Produção (UPP) com o acumulado de seis megawatts instalados; 37 unidades de produção de autoconsumo (UPAC), com o acumulado de 8,6 megawatts instalados; e um centro electroprodutor, na Quinta da Cruz, com 17,37 megawatts ligado à rede pública de distribuição em alta tensão, através de uma subestação de 60 quilovolts própria.

Esta aposta permite evitar anualmente a emissão de aproximadamente 15 mil toneladas de CO2, “valor equivalente a cerca de 130 milhões de quilómetros percorridos de automóvel ou fornecer energia eléctrica a 14.429 habitações”, sublinhou Avelino Gaspar.

Já o secretário de Estado João Galamba, durante a inauguração, afirmou que “Portugal tem aqui uma grande oportunidade na transição energética, o que torna o nosso país mais competitivo nesta indústria, mais descarbonizado e com a energia mais barata da Europa”.

Os investimentos em 2022, entre a Central Fotovoltaica Quinta da Cruz e as UPAC, superam já os 15 milhões de euros, “sendo de extrema importância para a empresa esta aposta numa solução de relação de custo da energia, cujo valor tem sofrido aumentos significativos nos últimos tempos”, concluiu Avelino Gaspar.

O Grupo Lusiaves emprega cerca de quatro mil colaboradores, dos quais 3.700 são directos. Com mais de 40 instalações e 65 quintas de produção, está presente em 24 concelhos, produz anualmente mais de 110 milhões de pintos e mais de 460 mil toneladas de ração e exporta para mais de duas dezenas de mercados internacionais, em quatro continentes.

Notícia e Foto: Jornal Campeão edição Digital

 

- Advertisement -

✚ Farmácias

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisement -

Últimos Artigos