18.2 C
Figueira da Foz
Domingo, Abril 14, 2024

Figueira da Foz vai promover o arroz carolino produzido no concelho

EU REPÓRTER?

Metereologia

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -

A Câmara Municipal da Figueira da Foz quer divulgar e valorizar o arroz carolino produzido no concelho e admite a possibilidade de criação de um núcleo museológico.

O Município vai iniciar a campanha de divulgação do arroz do Baixo Mondego e da Figueira da Foz, que visa a valorização deste produto, de modo a promover as suas características ligadas ao território local e ao modo de produção.

O objetivo desta campanha passa por, nomeadamente, “tornar conhecido para todas as pessoas que no concelho da Figueira da Foz há a maior parte da área de produção do arroz do Baixo Mondego e na generalidade dos anos, a maior parte da produção”, disse esta quarta-feira, numa conferência de imprensa, no Palácio Conselheiro Branco, em Maiorca, o presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, Pedro Santana Lopes.

De acordo com o autarca, o arroz carolino do Baixo Mondego é por vezes ligado a outros concelhos, e com esta campanha a ideia é mostrar que a Figueira da Foz faz “parte” e é uma “parte muito importante nesta realidade económica”.

Pedro Santana Lopes admitiu, na sessão, a possibilidade de criar um núcleo museológico, que poderá ficar localizado no Palácio Conselheiro Branco.

Outra das apostas poderá passar pela criação de um centro de investigação, divulgação e valorização ligado ao arroz, numa das freguesias produtoras.

Neste momento, ainda não há decisão sobre onde serão localizados os espaços, no entanto, a decisão será articulada entre o município e as juntas de freguesia.

“O desenvolvimento económico da Figueira tem de assentar no turismo, serviços, na indústria, no setor primário também. Naturalmente nesta área do arroz, é uma área-chave desse setor primário e por isso, o que queremos é puxar esta realidade económica também para a identidade do concelho da Figueira”, reafirmou.

Nesse sentido, a Câmara Municipal vai divulgar o arroz carolino pelos meios tradicionais, quer televisão e rádio, bem como através sensibilização ao nível da restauração para o uso deste produto.

A área geográfica de produção do arroz carolino do Baixo Mondego será circunscrita em várias localidades, no entanto, no que respeita à Figueira da Foz, a produção faz-se nas localidades de Alqueidão, Lavos, Paião, Borda do Campo, Maiorca, Ferreira-a-Nova, Santana e Vila Verde.

IMAGEM: Câmara Municipal da Figueira da Foz

 

- Advertisement -

✚ Farmácias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -

Últimos Artigos

%d