18.2 C
Figueira da Foz
Domingo, Abril 14, 2024

Associação liderada pelo figueirense José Couto anuncia recorde nas exportações de componentes automóveis

EU REPÓRTER?

Metereologia

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -

As exportações de componentes automóveis aumentaram 10,2 mil milhões de euros em 2022, subindo 7,6% face a 2021, ultrapassado também 2019, um “recorde absoluto” segundo a Associação de Fabricantes para a Indústria Automóvel (AFIA), que tem como presidente da Direcção José Couto, da empresa Microplásticos, da Figueira da Foz.

A representante do setor, em comunicado hoje divulgado, destaca que as exportações de componentes automóveis mantêm o seu ritmo de recuperação e ultrapassaram, pela primeira vez, a barreira dos 10 mil milhões de euros, ao exportar 10.179 milhões de euros.

Só em dezembro, estas exportações ascenderam a 722 milhões de euros, uma subida de 15,9% face ao mesmo mês de 2021

Os dados da AFIA mostram que, pelo oitavo mês consecutivo, desde maio e até dezembro, as vendas ao exterior ficaram acima do verificado em 2021.

No 4.º trimestre de 2022, venderam-se ao exterior 2.719 milhões de euros componentes automóveis, um acréscimo de 18,6% face ao período outubro a dezembro de 2021.

Uma análise às exportações de componentes automóveis por país, mostra que os cinco principais países continuam a representar 70% das exportações, mantendo-se Espanha na primeira posição, com vendas de 2.775 milhões de euros, seguida pela Alemanha (2.347 ME), França (1024 ME), Estados Unidos da América (613 ME) e Reino Unido (402 me).

“2023 será um ano de constante desafio, pois continuamos a viver momentos de incerteza mundial devido à difícil situação geopolítica determinada pela guerra na Ucrânia e a tensão entre os EUA e a China”, destaca a AFIA no documento

 

- Advertisement -

✚ Farmácias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -

Últimos Artigos

%d