25.8 C
Figueira da Foz
Segunda-feira, Junho 17, 2024

IberBlue Wind também quer parque eólico na Figueira da Foz

EU REPÓRTER?

Metereologia

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -

Depois do fundo de investimento dinamarquês Copenhagen Infrastructure Partners (CIP)ter anunciado que pretende investir oito mil milhões de euros num projeto de energias eólicas no mar ao largo da Figueira da Foz, agora é a vez da IberBlue Wind, joint-venture criada para a promoção de parques eólicos offshore flutuantes na Península Ibérica, anunciar também o seu primeiro projeto para Portugal: um parque eólico ao largo da costa da Figueira da Foz.

Denominado de Botafogo, em homenagem ao galeão português que foi construído no séc.XVI e que ficou conhecido como o navio de guerra mais poderoso do mundo na sua época, o parque eólico ocupará uma área de 359 km2 e terá 55 turbinas eólicas, cada uma com uma capacidade de 18MW, o que perfaz um total de 990 MW de capacidade instalada, que poderão fornecer eletricidade a centenas de milhares de casas.

Figueira da Foz é uma das cinco áreas propostas pelo Governo português para a exploração de energias renováveis no mar e a escolha da IberBlue Wind nesta área justifica-se pela combinação entre o seu elevado potencial eólico, infraestrutura portuária e baixo impacto sobre outras atividades que decorrem na área envolvente.

A implementação deste projeto exigirá uma grande colaboração com diferentes stakeholders e, nesse sentido, a IberBlue Wind já iniciou os contactos com os portos, bem como com outras instituições regionais e locais, a fim de reunir todas as contribuições e proporcionar ao projeto a máxima transparência e integração no território.

O desenvolvimento deste projeto permitirá a criação de milhares de postos de trabalho, sendo que a grande maioria estará alocada à fase de desenvolvimento e construção do parque eólico, e o resto para a operação e manutenção das turbinas eólicas durante os anos de funcionamento.

O parque eólico offshore Botafogo será apoiado por plataformas flutuantes ancoradas no fundo do mar, o que permite a sua localização a 30-50 km da costa e reduz consideravelmente o seu impacto visual. Esta tecnologia permite que as turbinas eólicas se situem em águas mais profundas, afastadas da costa, o que supera a dificuldade colocadas pela estreiteza da plataforma continental ao largo da Península Ibérica.

Para Adrián de Andrés, Vice-Presidente da IberBlue Wind, “a Figueira da Foz é uma região com grande potencial. Além do elevado potencial eólico e a infraestrutura portuária existente, situa-se na zona Centro do país, que tem uma procura significativa de energia através de clientes industriais e privados”.

Oportunidades de negócio de 2 GW na Península Ibérica

A IberBlue Wind, joint-venture composta pela empresa irlandesa Simply Blue Group, líder em energia eólica offshore flutuante, e pelas empresas espanholas Proes Consultores e FF New Energy Ventures, empresa promotora de projetos de energias renováveis, tem como objetivo desenvolver pelo menos 2GW de energia eólica offshore na Península Ibérica através de um modelo operacional especializado na promoção de parques eólicos flutuantes de mais de 500 MW.

Além do Botafogo, a IberBlue Wind anunciou já, em novembro do ano passado, um outro projeto em Espanha: o Nao Victoria, localizado no Mar de Alborão, ao largo das costas de Cádis e Málaga, com uma área de 310 km2 e uma capacidade instalada de, também, 990 MW.

A IberBlue Wind está também a trabalhar em paralelo noutros projetos para a Península Ibérica, que serão anunciados em breve.

Sobre a IberBlue Wind

A IberBlue Wind é uma joint-venture especializada na promoção de projetos de parques eólicos offshore flutuantes que operam no mercado ibérico. Composta pela empresa irlandesa Simply Blue Group, líder em energia eólica offshore flutuante, e pelas empresas espanholas Proes Consultores (divisão de engenharia do Grupo Amper) e FF New Energy Ventures (FF NEV), empresa promotora de projetos de energias renováveis, o objetivo desta nova joint-venture é de contribuir para que Portugal e Espanha se posicionem como líderes neste campo das energias renováveis.

Graças ao seu conhecimento do mercado e à sua vasta experiência em todas as áreas de desenvolvimento de parques eólicos offshore, a IberBlue Wind promove a instalação de turbinas eólicas flutuantes que aproveitam a maior intensidade do vento no mar para gerar eletricidade limpa e eficiente a partir de fontes renováveis.

Neste sentido, a IberBlue Wind estudará oportunidades para a geração de cerca de 2 GW de energia eólica offshore na Península Ibérica através de um modelo operacional especializado na promoção de parques eólicos de mais de 500 MW

 

- Advertisement -

✚ Farmácias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -

Últimos Artigos

%d