Revista Foz – Edição de Março já nas bancas

0
252
Pub

Já está nas bancas a edição de Março da Revista Foz. Este mês olhamos para o passado e para o presente, sem deixar de pensar o futuro:

Falamos das pescas – da vida dos homens do mar, como Carlos Paulino, que pescou quase tudo o que havia para pescar sem nunca deixar de ter fisgado o objectivo final: voltar à sua terra, onde agora trata das redes que outros lançam ao mar, e como António Lé, armador que tem muitos pescadores consigo e não esconde a desilusão com o arrastar de muitos problemas que roubam oportunidades, dinheiro e meios de subsistência a quem continua a dar vida a este sector. Fomos ainda a S. Pedro, onde o ruir de um velho poço, vítima da erosão costeira, veio apenas deixar um pouco mais a descoberto o problema do mar que come as dunas e se aproxima perigosamente das casas – e das pessoas.

Do passado e presente passando para o presente e futuro:

Aproveitámos o sangue novo de uma jovem estagiária estudante universitária, a Luana Lucas, e colocámo-la à procura de reacções sobre este ensino à distância – 2.ª temporada. A grande reportagem, que pode ser lida nesta edição, conta com testemunhos de alunos e pais, de várias idades: o que sentem, as dificuldades, os medos. Conheça ainda as preocupações de uma docente e uma explicadora, relativamente às lacunas que este ensino não presencial está a deixar – porque, de uma coisa não há dúvidas, não é a mesma coisa, pode até ser o possível em tempos de pandemia mas não é, de todo, o desejável.

Ainda sobre Educação e ensino fala a cronista Cristina Loureiro: o que há a mudar? E porque não muda? Vale a pena ler. Noutras crónicas, outros futuros: José Couto aborda o ainda ‘misterioso’ 5G e, sem terem combinado, Mafalda Azevedo fala-nos das smart cities. Está tudo ligado, como poderão ler.

Na política, conte com uma entrevista à deputada socialista à Assembleia da República, Raquel Ferreira, e as crónicas de José Luís Sousa e Bruno Menezes, sobre as autárquicas que se aproximam e as peripécias que este período propicia.

As diferenças relevantes, em termos de direitos, entre casamento e união de facto, está em destaque na crónica jurídica de Maria Duarte e Cristina Silva; a música mais icónica da Figueira da Foz é recordada por João Gentil e Eurico Gonçalves volta à carga com a participação do movimento SOS Cabedelo na consulta pública do Plano de Resolução e Resiliência (PRR), aka, bazuca europeia. Se não sabe bem o que é, também pode ler na Revista Foz desta edição, onde não falta sequer a sugestão para a sua próxima refeição em regime (para já) de take away, o restaurante Kamone:)

Como vê, só boas razões para comprar ou assinar a Revista Foz. Não deixe esgotar.

Boa leitura!

Pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui