Autárquicas: Isabel Coimbra é a candidata à Assembleia Municipal pela lista “Figueira do Futuro” do PSD

0
147
Pub

Na passada terça-feira, 27 de julho, Isabel Coimbra foi apresentada publicamente como candidata à Assembleia Municipal por Pedro Machado, candidato à Câmara Municipal da Figueira da Foz, pelo Partido Social Democrata (PSD). A apresentação teve lugar na Escola Dr. Bernardino Machado, onde Isabel Coimbra deu aulas de Física e Química.

Segundo nota da “Figueira do Futuro”, Isabel Coimbra, de 61 anos “e figueirense de coração”, é “uma mulher que se preocupa com questões ecológicas, que se dedicou à Figueira”, no que diz respeito à sua vida pessoal, profissional e cívica. É filha de Maria Teresa Coimbra, perante quem se apresentou, que foi a primeira mulher deputada à Assembleia da República pelo Partido Socialista e de David Gonçalves Coimbra, falecido em 1994.

“A minha mãe foi a primeira mulher socialista a ser deputada à Assembleia da República pelo partido que representa e fê-lo pela Figueira. Ora, como a vida dá muitas voltas, e por vezes o inédito repete-se, acredito que vou ganhar esta candidatura e tornar-me a primeira mulher figueirense a liderar a Assembleia Municipal da Figueira da Foz pela candidatura Figueira do Futuro”, afirmou Isabel Coimbra na sessão de apresentação da candidatura da Figueira do Futuro à Assembleia Municipal.

Em relação ao propósito da sua candidatura, Isabel Coimbra destacou que pretende a reabertura da antiga Maternidade do Hospital da Figueira da Foz e deseja “desenvolver apoios de incentivo à parentalidade, programas sociais variados nas áreas do desporto, da cultura, da arte e dos recursos educacionais assim como programas de integração social para recém-chegados”.

Pedro Machado definiu a candidata à Assembleia Municipal como “uma mulher combativa, forte e firme na percussão dos seus objetivos” e aproveitou para apelar aos figueirenses para que não se abstenham nas votações para as eleições autárquicas, que se realizarão a 26 de setembro de 2021.

“É preciso que as pessoas não se abstenham. É preciso que todos acreditem que é possível reposicionar e reorganizar a Figueira no caminho do futuro e, para isso, precisamos que os concidadãos não fiquem em casa”, adiantou o candidato pelo PSD à Câmara Municipal.

Pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui