Em Dia de Santo António há missa, pão e cravos

0
63
Pub

Depois do arraial com o popular cantor Quim Barreiros, com milhares de pessoas no Largo da Misericórdia – Obra da Figueira, esta segunda-feira, dia 13 de Junho, decorre o programa religioso.

Em dia de Santo António é celebrada a missa solene, pelas 15h30, pelo padre Carlos Noronha, pároco de Buarcos e capelão da Misericórdia, com a participação do Grupo Coral das Paróquias de Buarcos e Tavarede, terminando com a bênção e distribuição simbólica de pães e cravos.

Igreja de Santo António

A Misericórdia – Obra da Figueira é proprietária da Igreja de Santo António, classificada como “imóvel de interesse público” pelo Decreto-Lei 95/78, de 12 de Setembro, e que está aberta ao culto diariamente.

Ao longo da sua existência multi-secular viveu a paz e a guerra, a abastança e a miséria, decorrentes da história pátria. Em 1580 foi devassada por tropas de Filipe II de Espanha, que praticaram roubos e atropelos, na sanha perseguidora ao paladino da independência nacional D. António Prior do Crato que, segundo boatos, ali se teria acoitado.

Em 1602, novamente a fúria guerreira quebrou a serenidade franciscana dos seus claustros. Dessa vez, por obra de tropa inglesa, em luta contra a coroa unida de Espanha e Portugal. Desembarcados, de sete naus, em Buarcos, saquearam as povoações, fazendo do Convento poiso e fortaleza pelo espaço de uma semana.

Durante muitos anos funcionou no Convento uma escola, dirigida pelos frades, onde se instruíram gerações de figueirenses, entre os quais o mais ilustre – Manuel Fernandes Tomás. Com a extinção das Ordens Religiosas, em 1834, o Convento entrou em decadência, vindo a ser adaptado a hospital, pela Misericórdia (fundada em 1839), depois de importantes obras que se prolongaram até 1886. Em 1982 foi, por sua vez, o velho Hospital da Misericórdia adaptado a lar da terceira idade, o actual Lar de Santo António, conservando daquele apenas a fachada principal, neo-clássica, própria do século passado.

 

Pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui