16.4 C
Figueira da Foz
Sábado, Junho 15, 2024

Liga Portuguesa Contra o Cancro renova o apelo à contribuição no peditório

EU REPÓRTER?

Metereologia

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -

O Peditório nacional a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) iniciou-se sexta-feira e decorre até 1 de novembro.

A iniciativa, principal fonte de financiamento comunitário da Instituição, tem novamente como embaixador Cristiano Ronaldo.

Sob o mote “Faça parte desta equipa: ninguém consegue fazer tudo sozinho”, Cristiano Ronaldo lança o desafio para que todos os Portugueses contribuam para esta causa, com o objetivo de fazer da luta contra o cancro um exemplo nacional de entreajuda e de solidariedade.

Na Região Centro, o Peditório é desenvolvido em todos os concelhos através de Grupos de Voluntariado Comunitário os quais, numa perspetiva de ação descentralizada e de proximidade às populações, desempenham um papel fundamental na promoção da saúde, prevenção da doença e no apoio aos doentes oncológicos e cuidadores.

Os voluntários da LPCC estarão credenciados com os tradicionais coletes vermelhos, cartão de identificação à lapela e serão portadores dos cofres de cor azul, devidamente selados. Abordarão os portugueses numa perspetiva solidária, solicitando uma contribuição na medida da disponibilidade de cada um.

“De forma isolada, as contribuições individuais terão pouco impacto na luta contra o cancro… Mas se perspetivarmos o coletivo, isto é, o somatório das contribuições individuais e as sinergias que daí decorrem, então, poderemos atuar de forma mais eficaz e abrangente nas várias vertentes da luta contra o cancro – este é o mecanismo subjacente à realização do peditório” refere Vítor Rodrigues, presidente da direção do Núcleo Regional do Centro da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

Os fundos terão como destino as iniciativas de apoio ao doente, familiares e cuidadores, de promoção da saúde e prevenção do cancro e de apoio à formação e investigação em oncologia.

As doenças oncológicas continuam a registar uma alta incidência no nosso País (mais de 60.000 novos diagnósticos a cada ano), sendo uma das principais causas de morbilidade, incapacidade e mortalidade, com profundo impacto nos doentes, nas famílias e na sociedade.

O cancro colorretal, da mama e da próstata são os tipos de cancro mais prevalentes. De acordo com dados do Globocan (IARC, 2020), o número de casos estimados de cancro em 2020 fixaram-se nos 19 milhões a nível mundial (ambos os sexos, todos as idades), estimando-se que em 2040 atinja um total de 28,9 milhões de pessoas em todo o mundo.

Sobre a Liga Portuguesa Contra o Cancro

A Liga Portuguesa Contra o Cancro, fundada em 1941, tem registado uma atividade constante, assinalável e próxima no apoio ao doente oncológico e cuidadores, na prevenção primária e secundária da doença oncológica e no apoio à formação e à investigação em cancro. Não recebendo subsídios ou subvenções estatais para o desenvolvimento das suas atividades, são os fundos provenientes do Peditório anual o garante da sustentabilidade financeira das atividades que desenvolve, nomeadamente as de apoio ao doente e cuidadores.

 

- Advertisement -

✚ Farmácias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -

Últimos Artigos

%d