Imprensa cheira mal? – ATO I – Opinião – António Carraco dos Reis

686
Texto de Opinião

António Carraco dos Reis

Imprensa cheira mal? – ATO I

 

Poderia dar-se o caso de, na nossa aldeia, haver problemas com a liberdade de imprensa, felizmente não. Poderia dar-se o caso do poder autárquico lidar mal com opiniões dissonantes, felizmente não. Poderia dar-se o caso de elementos respeitáveis que cumprem serviço ao Estado perseguirem redações, felizmente não. Poderá dar-se o caso de não eleitos intimidarem empresários por contratarem publicidade a órgãos de comunicação social local, felizmente não. Poderá dar-se o caso de haver um não eleito que coloque em causa, por maus costumes, as boas e antigas relações entre o público e a comunicação social, pode ser que não. Poderia dar-se o caso dos media terem medo de apresentar a verdade, felizmente não. Poderia dar-se o caso de ser feito um desafio a uma entrevista “transfronteiriça”, não comissionável, entre a verdade e realidade, infelizmente não. Um primeiro ato e uma cena triste que, ou acaba, ou acabará. Talvez? Infelizmente não…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui