17.4 C
Figueira da Foz
Segunda-feira, Junho 17, 2024

Comemorações dos 100 anos do Turismo Luso-Bussaco encerram com exposição e coleção de postais

EU REPÓRTER?

Metereologia

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -

As comemorações dos 100 anos do Turismo Luso-Bussaco encerram com uma série de iniciativas, que decorrem entre 12 de janeiro e 29 de fevereiro, nomeadamente uma exposição documental respetivo catálogo e a edição de uma coleção postais “Luso Buçaco – Estância de Turismo e Repouso”.

Foi em 21 de abril de 1922 que nasceu a Comissão de Iniciativa Luso Bussaco (CILB), que inicialmente abrangia a freguesia do Luso, mas acabaria por ser alargada a todo o concelho da Mealhada, em 1928.

“Os Banhistas já cá estavam e vinham aos milhares na Quadra de Banhos, mas havia uma lacuna: uma entidade pública que chamasse a si a limpeza das ruas, o alindar do espaço público, que zelasse pela melhoria do acolhimento de hospedagem e da propaganda da Estância. E assim entra em cena a Comissão de Iniciativa de Luso e Bussaco”, refere o Catálogo da “Exposição Documental dos 100 anos do Turismo Luso-Bussaco”, que pode ser vista até final de fevereiro.

Esta exposição ilustra a imagem promocional do território, ao longo de 86 anos, e até a evolução gráfica dessa imagem. Reúne um conjunto de documentação que conta a história da Comissão de Iniciativa Luso Bussaco, nomeadamente um painel, com texto explicativo, documentos diversos sobre a CILB e a Junta de Turismo Luso Bussaco (JTLB), com destaque para a coleção de brochuras e mapas editados, e inclui uma nota do antigo escritório da Comissão de Iniciativa (secretária, máquina de escrever, selo branco).

O Catálogo complementa o conteúdo expositivo com um conjunto de notas cronológicas sobre a história da CILB e da JTLB (1922-2008), e inclui algumas notas sobre o papel da Câmara Municipal da Mealhada, na promoção turística do concelho, durante os últimos 16 anos. É traçada uma linha do tempo até 2022.

As comemorações incluem uma coleção de postais “Luso Buçaco – Estância de Turismo e Repouso”. Trata-se de um conjunto de 10 postais, que retratam algumas edições de folhetos informativos sobre o destino/território Luso/Bussaco e Mealhada, cuja estampa mais antiga remonta a 1924.

A visita-guiada “Ir a banhos com a literatura, dia 25 de janeiro, gratuita, é um convite para uma viagem pela escrita de Alice Vieira, Ramalho Ortigão ou Antonio Tabucchi, autores que se cruzaram com a vila termal do Luso.

 

- Advertisement -

✚ Farmácias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -

Últimos Artigos

%d