28 C
Figueira da Foz
Terça-feira, Abril 16, 2024

Já há habitações municipal reabilitadas na Leirosa prontas para entrega às famílias em março

EU REPÓRTER?

Metereologia

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -

O presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, Pedro Santana Lopes, visitou esta sexta-feira à tarde, na companhia da vereadora do pelouro a Habitação, Olga Brás, do restante executivo municipal, de Rui Duarte, administrador executivo da empresa Municipal Figueira Domus, de José Alberto Jordão Suzana, presidente da junta de Freguesia de Marinha das Ondas,  de técnicos municipais e responsáveis da empresa Comporto – Sociedade de Construções S.A. e da empresa Rebau – Construção, Recuperação e Manutenção de Edifícios S.A, as obras em curso nos lotes 3 e 4 ( Leirosa -Marinha das Ondas 1.ª e 2.ª fase) no âmbito do Programa de Reabilitação de Habitações Municipais – por lotes, financiado pelo Plano de Recuperação e Resiliência ao abrigo do Programa 1.º Direito.

A esta data encontram-se a ser intervencionados um total de 13 fogos, estando prevista a entrega de 6 até final de março e os restantes até meados de abril. Posteriormente serão iniciados trabalhos em mais 18 fogos.

No total dos 2 lotes da Leirosa, serão intervencionados 65 fogos, num investimento total de 3.398 872,90€ (acrescido de IVA).

Para além destes dois lotes encontram-se a decorrer obras em mais dois. O lote 1, na Quinta das Recolhidas em Vila Verde, no valor de 599 985,00€ (acrescido de IVA), e o lote 3 na Vila Robim, freguesia de Tavarede, no valor de 1 182 486,06€ (acrescido de IVA).

No total, o investimento na reabilitação destes lotes, totaliza mais de cerca de seis milhões e quatrocentos mil euros (IVA incluído).

Em declaração aos jornalistas presentes, Pedro Santana Lopes salientou que “trabalha para todo o concelho e não só para as áreas mais densamente povoadas”.

“São casas boas”, enfatizou, têm pouco mais de duas décadas, já foram intervencionadas ao nível da eficiência energética, pois têm sido alvo das “agruras do clima”.

O presidente da Câmara considerou que a “Figueira Domus está a cumprir bem a sua missão” e frisou que para si “ver obras aqui é um regalo para a vista, pois estamos a tratar das casas das pessoas”.

 

- Advertisement -

✚ Farmácias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -

Últimos Artigos

%d