19.3 C
Figueira da Foz
Sábado, Maio 18, 2024

Kit Jones recebeu Medalha Municipal de Mérito Desportivo da Figueira da Foz

EU REPÓRTER?

Metereologia

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -

O Município da Figueira da Foz homenageou ao início da tarde desta sexta-feira, dia 03 de maio, no Salão Nobre do Edifício dos Paços do Concelho, o ex-basquetebolista Christopher Mark Jones (Kit Jones) com a entrega, pelo Presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz, Pedro Santana Lopes, da Medalha Municipal de Mérito Desportivo, grau Prata Dourada, distinção aprovada por unanimidade em reunião de câmara de 19 de abril de 2024.
Kit Jones foi dos primeiros atletas norte-americanos, se não o primeiro, a vir para Portugal jogar basquetebol de forma profissional. Começou por jogar no Ginásio Clube Figueirense, clube que, recentemente, o tornou sócio honorário por “unanimidade e aclamação”, tendo depois representado o Sporting Clube de Portugal.
De acordo com Vítor Coelho, colega de equipa de Kit no início da década de 1970, a atribuição desta medalha foi uma “justa homenagem”, ao basquetebolista estrangeiro que “mais marcas deixou na cidade, pelo homem que é”. Ele foi importante para o desenvolvimento da modalidade na Figueira da Foz, que viria a ser considerada como “a capital do basquetebol nacional”, sublinhou Vítor Coelho.
Pedro Santana Lopes lembrou os seus tempos de jogador de basquetebol no Sporting, coincidente com o período de permanência do Kit Jones na equipa principal do Clube Lisboeta.
“Na altura era [Kit Jones] um ídolo nacional, era um fenómeno” que “lançou as sementes e conseguiu implementar uma mentalidade ganhadora”, referiu o Presidente da autarquia.
O autarca figueirense salientou que é sempre “bonita a gratidão e vermos que são gratos”, como o é a grande instituição Ginásio Clube Figueirense.

O homenageado manifestou-se “muito contente”, contudo, considerou que, à semelhança de uma das suas mais recentes canções, é “More than I deserve “. Kit lembrou os seus curtos anos de basquetebolista, a sua paixão pela música e a sua carreira académica, bem como o gosto pelas Línguas, que ganhou em Portugal e foi ´presenteado´ pelos seus antigos colegas de equipa e pelo sócio n.º1 do Ginásio, José Rolinho Sopas, com o ´grito de guerra« – Vai D´Arrinca.
Hoje, aposentado da docência, Kit Jones dedica-se à sua verdadeira vocação, à música folk, rock, jazz e swing que toca em festivais, clubes, e pequenos concertos. Tem inúmeras canções escritas, um álbum gravado e alguns discos.
O mesmo apresentar-se-á ao final da tarde, no Jardim Interior do Centro de Artes e Espectáculos, num concerto / tertúlia, apresentado e moderado por António Macedo, ao qual se seguirá um jantar de homenagem, promovido pelo Ginásio Clube Figueirense.
A sua mulher, Linda Jones, fotógrafa de profissão, irá estar à conversa com o público, no Quartel da Imagem, amanhã, pelas 18h00.

 

Fonte: CMFF

- Advertisement -

✚ Farmácias

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -spot_img
- Advertisement -

Últimos Artigos

%d