Arte com sinergias – Opinião – Alexandre Guerra

522
Texto de Opinião

Alexandre Guerra

Arte com sinergias

Uma cidade como a Figueira da Foz à beira mar plantada,onde a foz do rio, as salinas, a serra e o Cabo Mondego proporcionam-lhe um formato de baía, único no mundo, que são fonte de inspiração de muitas gerações, que por aqui, têm passado e ficado.

No campo das artes visuais, por exemplo, não são só os nossos sentidos, que estão em ação, mas sim o todo o nosso corpo e alma.

O corpo livre com os seus sentidos, precisa de espaço, precisa de movimento, precisa observar, precisa sentir e experimentar, partindo de diferentes ângulos e lugares.
Esta realidade eleva a nossa cidade, com particular condições únicas naturais, a um ponto de destaque, uma vez que se perspectiva nascendo um novo movimento, movido pela emoção e amor pelas coisas da nossa terra. Este consubstancia-se na TUA Cooperativa Artística e Cultural, com sede no Grupo Caras Direitas.

Para tal por exemplo, precisamos de pranchas, bicicletas, skates, cavaletes, tintas e paredes, e essencialmente pessoas se envolvam em sinergias, impulsionadoras de eventos culturais, em diversas áreas artísticas e pré-formativas.

Assim o projeto TUA Cara, procura consolidar a dinâmica do Grupo Caras Direitas, com novas abordagens culturais, contemplando o uso dos seus espaços (Cine Teatro, Edifício Social e Pavilhão Desportivo),  com versatilidade e inovação, contribuindo, para a partilha de ideias, criatividade, originalidade, iniciativa, discussão de projetos, apreciação de sugestões, troca de experiências e dos seus visitantes, pois a arte é também uma terapia.

Considera-se assim que união de vontades e esforços dos atores culturais da cidade, juntando entidades públicas e privadas, para que se possa novamente praticar desporto, num espaço onde Buarquesenses e Figueirenses, praticaram desporto ao longo dos anos, para além dos famosos bailes de carnaval, dos quais guardo saudosas memórias.

Considerando as potencialidades do edifício social, do G.C.D. dotado de um conjunto de salas, com um potencial enorme, para desenvolver atividades artísticas e desportivas, que motivem jovens criadores, empreendedores e formadores de áreas artísticas, para a nossa cidade, bem como, apostar na formação e/ou residências artísticas nestas áreas, que normalmente têm uma boa relação com o turismo.

Este seria o contexto adequado a meu ver, para atrair nómadas digitais e artistas de todo o mundo, permitindo assim deixar a sua pegada artística na nossa cidade.

Sendo um dos Ex-líbris da vila de Buarcos, a salão do Cine teatro Caras Direitas, sendo uma excelente sala de espetáculos e cinema, necessita também de ser reforçada, com equipamento adequado a sua dimensão e programação de espectáculos.

Para tal precisamos de criar relações, entre todas as forças vivas locais e o Grupo Caras Direitas e todos os que formam a nossa comunidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui