Haja contenção – Opinião – Silvina Queiroz

396
Texto de Opinião

Silvina Queiroz

Haja contenção

E bom senso! O senhor Presidente da República está num período mau. Pior do que o costume, diria. Comenta tudo e qualquer coisa, em todo e qualquer contexto. Sem filtro! Não assumindo a posição que sempre deveria ter – a de estadista. Comenta a torto e a direito e sempre que alguém lhe coloca uma questão, bumba: de improviso, sem a imprescindível reflexão que deve nortear todos os momentos da vida, (quanto mais a dele!), dispara o que lhe vem à cabeça, sem medir as consequências, sem medir o peso das suas palavras. Lamentável, absolutamente deplorável! A última “saída” do senhor PR foi, no mínimo, escandalosa. Dizer que quatrocentos casos de abuso de crianças e jovens por membros celebrantes da Igreja Católica, não lhe pareceu muito?! Só um, só um, seria demais e digno de censura acérrima por parte de todos os poderes e dos comuns mortais também. Para muitos, o episódio foi intolerável. Claro que, quando algo corre mal por culpa de excessos verbais, lá vem a velha estória de sempre: o “pessoal” é que não percebeu bem porque o que Marcelo diz que quereria dizer, não é o que ouvimos! Inteligente, inteligente, é o (não) comum senhor Primeiro Ministro. Esse entendeu clarinho! E não teve qualquer dúvida em vir pressurosamente defender o PR e, (veja-se só!) opinar que este deveria ser “brindado” com um pedido de desculpas. Como? Será que também não compreendi a mensagem desta vez? Espero que, pelo menos, não tenha pensado numa das pobres vítimas desses actos revoltantes a pedir as tais desculpas.

Esta insanidade reinante será também sequela da pandemia, (que não nos larga!) ou efeito das alterações climáticas?! Nem sei que pense!

Contudo, repentinamente vêm-me à mente ideias “estranhas”: dissolução do Parlamento, vetos presidenciais a diplomas emanados do Governo ou da Assembleia, ui… E as desculpas “mal amanhadas” do PR deixaram descalço o PM, não?!
alço o PM, não?!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui